Apesar de algumas pessoas não saberem disso, existem vários tipos de urticárias e, apesar de serem bem parecidas, as suas causas podem divergir bastante.

Quem diria, por exemplo, que existe uma urticária que acontece por causa dos exercícios físicos? Porém, é a verdade e ela se chama urticária colinérgica, sendo motivo para que muitos esportistas profissionais e amadores levem alguns sustos.

O incômodo que ela causa na pele, entretanto, pode ser bem desagradável, em alguns casos, sendo obrigatório buscar atendimento em clínicas de alergia e dermatologia.

A seguir, todas as explicações sobre esse tipo bem peculiar de urticária e algumas instruções sobre como praticar esportes com mais tranquilidade e sem correr o risco de ficar com a pele cheia de vergões inchados.

O que é urticária colinérgica?

É um dos vários tipos de urticária que existem. É classificada como uma urticária física. Ela é desencadeada pela prática de atividades físicas e nem é preciso que seja exercício em academia: qualquer esforço físico mais vigoroso pode fazer com que essa urticária apareça.

De acordo com o alergista no RJ, Dr Andre Aguiar, o principal motivo é o aumento da temperatura corporal que leva a células da pele (mastócitos) a liberar histamina e assim aparece a urticária.

Normalmente, a vermelhidão associada à urticária colinérgica acomete uma área extensa e é mais comum que os seus sintomas apareçam na nuca e em toda a área das costas, o que pode dificultar o uso de roupas, por exemplo.

Infelizmente não existe cura para a urticária colinérgica porém com o tratamento adequado pode-se dar qualidade de vida e controle da doença.

Sintomas da urticária colinérgica

Não são diferentes dos sintomas das outras urticárias, incluindo placas vermelhas sobre a pele. Em alguns pontos, tem-se a impressão de que vergões se formaram e eles costumam arder.

No geral, a pele com esse tipo de urticária fica bastante irritada e é muito importante que as pessoas com esse problema consigam contornar a coceira. Aliás, esta é mais um sintoma desse problema de pele.

Cabe reforçar que, para ter certeza de que se trata de urticária colinérgica, uma saída é verificar onde a vermelhidão e os vergões apareceram: se for na nuca ou nas costas, as chances de ser esse tipo de condição ficam maiores.

Para resumir, os sintomas são:

  • Placas vermelhas
  • Coceira
  • Ardência na pele

Tratamento da urticária colinérgica

Há tratamentos naturais e tratamentos farmacológicos para controlar a urticária colinérgica. No primeiro caso, a camomila é uma das melhores aliadas porque tem como propriedade a sua ação calmante.

É indicado fazer chás bem fortes de camomila e, com um pano limpo, fazer compressas usando o chá frio. Há também quem goste de tomar banho em uma banheira com a camomila e é muito comum ainda uma pastinha feita de linhaça.

A base do tratamento clínico é o uso de antialérgicos. Esses medicamentos podem inibir a ação da histamina, o principal causador da urticária, e assim aliviam os sintomas.

Os antialérgicos podem ser usados para tratar a crise já instalada ou até mesmo antes da crise para prevenir o aparecimento dela.

Por exemplo, se você vai correr, tome um antialérgico 1 hora antes para prevenir a crise de urticária colinérgica

Como evitar?

Levando em conta que esse é um tipo de urticária que tem a ver com a realização de atividades físicas, é claro que uma maneira de a evitar seria evitando também o esforço. Porém, não é preciso agir dessa forma.

O uso de antialérgico como dito anteriormente ajuda a prevenir as crises

Uma dica é evitar fazer atividades físicas em ambientes abafados e, claro, não deixar de tomar um banho assim que os exercícios acabam. Tudo isso faz com que se diminua a temperatura corporal, a liberação de histamina e consequentemente a coceira

2 Comentários

  • por
    Ivomar

    Quando acabo de tomar banho meu corpo todo coça, e da uns calombos, vários pra ser 3xato, trabalho dirigindo e durante o dia não dá nada, só quando tomo meu banho a tarde, tomei ante alergico e melhorou, mas se parar de tomar volta

    • por
      Alessandra Drummond

      Você deveria investigar com um dermatologista ou alergista. Parece ser urticária. Talvez pelo calor (colinérgica) ou dermografismo.

Deixe um comentário